Fórum de Sociologia
Seja bem-vindo ao nosso fórum!!!!
Caso ja tenha registrado clique em Login, caso contrario Registre-se!!!

Trabalho escravo no Brasil53.718

Trabalho escravo no Brasil

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

17032009

Mensagem 

Trabalho escravo no Brasil




Very Happy Como vão integrantes do Fórum ?
Trago a tona uma notícia polêmica que o Fantástico veículou no Domingo passado sobre o trabalho escravo no Maranhão (Pesquisem sobre ela). Como vocês definem escravidão ? Quais as diferenças da escravidão da colonização para a atual ? O que as desigualdades sociais tem haver com esse sistema ? Como classificar socialmente esses trabalhadores ? O que nos podemos fazer para mudar isso ?

Estou adorando os debates ! cheers Parabéns!
Ah! Acalmem-se, em alguns momentos concordamos em outros discordamos faz parte do processo . O respeito é questão de ordem.
Abraços!

Tracy Christine
Moderador
Moderador

Feminino Número de Mensagens: 9
Idade: 41
Pontos: 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Trabalho escravo no Brasil :: Comentários

Mensagem em 2009-03-18, 1:41 am  Débora Mini

A reportagem mencionada : http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1043895-15605,00-MA+TRABALHADORES+DISPUTAM+AGUA+COM+GADO.html ...

Para facilitar... Razz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-18, 2:06 am  Camila Cristina

Para mim,o modo de produção escravista,possuem relações de domínio e de sujeição.Os proprietários usam a força de trabalho de seus escravos,sem nenhum direito.O escravo é então um objeto,uma mercadoria,um animal.
Vimos que a escravidão continua desde os dias de hoje.Nas aulas de historia do Brasil,vimos a escravidão que ocorriam nas colonias,a exploração dos índios e escravos, sem nenhum respeito.Trabalhavam dia a dia sol a sol, sem descanso.No Peru,nas minas,crianças e homens, trabalhavam em busca de metais preciosos para seus donos com total precariedade.
Vejo que, no Maranhão,a escravidão de lá,não está tão diferente como na colonização.Mas nos dias de hoje podemos ver mais a exploração de mulheres a escravidão sexual.O sonho delas se tornarem modelos,vão por água a baixo,quando seus exploradores exigem que se prostituem, para pagarem as dívidas contraídas nas viagens.
Os gatos,como são chamados para aliciar os trabalhadores,geralmente chamam aqueles que são pobres e oriundos,ou seja,a classe dos menos privilegiados,os pobres que ficam encantados com as ótimas condições de trabalho e uma excelente remuneração,e aceitam para poder sustentar suas famílias.Estes são enganados pelos gatos,não podendo voltar a atrás porque já estão presos pelos seus donos e acabam se tornando escravos.Como acontece no Maranhão,os outros estados como Piauí,Bahia,Pará.
Para que isso seja abolido definitivamente,é necessário que aplique a Declaração de Direitos do Homem e Cidadão,que seja aplicado corretamente,que todos saibam da existencia da Declaração.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-18, 9:31 pm  Lorena Duarte

A escravidão no Brasil não acabou!!!Várias pessoas são exploradas sem nenhum beneficio...

Escravidão --> é a prática social em que um ser humano tem direitos de propriedade sobre outro designado por escravo, ao qual é imposta tal condição por meio da força.(Nesse caso são as pessoas que são exploradas de maneira agressiva e destrutiva).

Pra que existe a Lei dos Direitos e Deveres do Cidadão e do Homem sendo que temos a desigualdade e nem sempre são julgados da mesma forma? Temos que ter uma Lei onde ela é aplicada a todos sem nenhuma restrição!!!

O que podemos para mudar isso?? No mundo seria apenas compreender e ver que as diferenças me nosso Brasil é muito grande...E muitas pessoas precisam disso!!

Na reportagem do Fantástico podemos observar que eles não tinham nenhum tipo de acomodação e conforto, era altamente explorados!!!

Enfim, até o proximo Capítulo!!ehehe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-18, 10:41 pm  Fred Protzner

Infelizmente esta é mais uma realidade do nosso país, um país que se julga igualitario !
Podemos observar claramente atraves da reportagem que os trabalhadores são explorados e passam por condições precarias ! Mas como em nosso país nem todas as pessoas posuem a mesma oportunidade, característica básica do capitalismo, as vezes é melhor trabalhar ofrendo o abuso, do que ficar desempregado e pasar fome, como este mesmo trabalhador afirmou :“Na cidade da gente, não tem outro serviço, não tem serviço. Então, se obriga a vim pra cá” .
Um outro abuso demonstrado pela reportagem é a falta de interresse de certa parte da justiça, como é demonstrado claramente nestes treichos : “Eu não vou falar nada porque isso ai não vai aliviar, nem vai me defender, nem coisa nenhuma. Então, é melhor ficar mesmo calado e pronto”, disse o ex-prefeito.
“Mais da metade dos municípios do Maranhão não tem delegado e as delegacias são muito distantes”, denuncia Nonnato Masson, advogado da ONG.
Isso quando a delegacia não está destruída, como em Buriticupu. Há um ano, várias pessoas invadiram o prédio, soltaram os presos e atearam fogo nos equipamentos. Até agora, os responsáveis não foram identificados”.
Fatos como esse deviam ser levado muito a sério, pois escravidão em pleno século XXI chega a ser um absurdo, já não basta os erros cometidos com a escravidão no passado, a exploraçâo do ser humano, como no passado, no presente e talvez no futuro, continua a ser um crime cruel !
Reflitam sobre estes abusos
abraços
Tracy te amo I love you lol!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 12:02 am  Felipe de Oliveira

Fiquei indignado com o que eu vi nessa reportagem. Em pleno século XXI ainda existir escravidão, que se difere pouco da escravidão do passado. Uma das poucas diferenças é que os trabalhadores recebem salário M-I-S-E-R-A-V-E-L, cerca de R$100,00 (apesar de que quase todo o salário vai para o prefeito) e também os trabalhadores não ficam fixos na fazenda, eles são chamados para trabalhar de 15 em 15 dias.

Outra coisa na qual eu fiquei revoltado foi quando um trabalhador diz:
“Na cidade da gente, não tem outro serviço, não tem serviço. Então, se obriga a vim pra cá”. Mas agora, olha essa informação :"Antônio Braide é uma delas. Por duas vezes, ele foi prefeito de Santa
Luzia, cidade com 70 mil habitantes. A fiscalização ocorreu em outubro
de 2007". Desculpa-me a expressão, o povo dessa cidade é burro ou o que?! Uma cidade onde existe escravidão, não existe nem delegacia, o prefeito ainda é reeleito!!! affraid

Aff, depois dessa não sei nem o que dizer

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 12:33 am  Larissa

MODO DE PRODUÇÃO = FORÇA PRODUTIVA + RELAÇÃO DE PRODUÇÃO



No modo de produção escravista a relação de trabalho é de dominação e submissão, onde os escravos são considerados objetos, instrumentos de trabalho como as ferramentas.
Nos dias atuais isso ocorrer frequentemente em diversas partes de nosso país, sendo que a fiscalização fica mais evidente quando casos são mostrados a toda população com o fez o Fantástico.

Quando a pessoa é chamada para exercer um trabalho ela espera receber um salário em troca do serviço prestado, porém há contratadores que esquecem que estão lidando com seres humanos que têm direitos e fazem com que esses passem por situações desumanas sem o menor nível de higiene, alimentação precária, etc. Eles utilizam da boa fé e da necessidade do dinheiro para convencê-los a realizar os mais diversos trabalhos, porem eles não esperam ser escravizados. O mesmo ocorre com as meninas que vão atrás do sonho de ser modelo, de conhecer o exterior, se endividam com as pessoas que as levam e permanecem no lugar para onde migraram tentando acabar com a suposta dívida e para isso se prostituem. Entre outras situações que existem tanto no espaço rural quanto no urbano.

Segundo Marx em “Para a Critica da economia política” uma formação social nunca desaparece antes que estejam desenvolvidas todas as suas forças produtivas. E nem novas relações de produção mais adiantadas não substituem as antigas, antes que suas condições matérias de existência tenham sido geradas no próprio seio da velha .

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 1:05 am  Thuany

Fred concordo plenamente com voce! esta de parabens pelo seu comentario!

É um absurdo que em pleno seculo XXI ainda exista escravidao!
Na minha opiniao eu acho isso super imoral com o ser humano!
E pra mim isso se chama "falta de amor proprio"!
tudo bem que nessas regioes o governo nao da muita opiçao de trabalho, mais eu acho que pelo menos
as pessoas que comentem esses atos deveriam pensar mais antes de cometerem essas barbaridas, deveriam
se colocar no lugar daquelas pessoas que trabalham horas e horas em uma fazenda em situaçoes ingadequadas
para ganhar miseros R$100,00 para sustenar sua familia! Sera que se eles passasem pelo menos um dia naquelas
condiçoes em que "seus" trabalhadores vivem, eles iriam querer continuar com isso?



=]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 1:28 am  Luis Cadavid

Isso é um absurdo,principalmente com o nosso país crescendo como está,ainda existir práticas escravistas como essas!!
E o que mais me revolta em relação a isso tudo é saber que as pessoas culpadas,que por sinal são pessoas com condições sociais muito boas,um Juiz e um ex-prefeito,no finnal de tudo ainda vão acabar ficando na impunidade do nosso Brasil.Que como sempre beneficia aqueles q possuem dinheiro e podem com isso pagar um bom advogado!
Mas não podemos pensar que a culpa é apenas do governo federal,pois também precisamos mudar muito as nossas leis!Porque acho que se aqui no Brasil fosse que nem em alguns países sa Europa,onde pessoas são condenadas a pena de morte,provavelmente a situação iria mudar,pois as pessoas iriam sim aprender,pois hoje as pessoas q vão pra cadeia em nosso país acabam saindo de lá mais revoltados,e nao ajudando nada em combater a violência!!

Temos que pensar muito nisso!!
abraço

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 2:18 am  Lucas Quintiliano

Vi a reportagem que nao saiu somente no fantastico mais
tamem em outros tele jornais. Acho essa situaçao ridicula e que infelizmente
existe, e com grande intensidade em todo pais e em todo mundo tamem. Defino
escravidao como um trabalho que certas pessoas fazem em precarias condiçoes e
que receba pouco o nenhum salario por isso e claro, nao tem carteira assinada e
nenhum beneficio. E o que é pior, sao tratados como bichos como antigamente, eles nao têm direito a nada, muitas horas de
trabalho, poucas condiçoes em diversos aspectos como higiene, alimentaçao e principalmente a qualidade de vida de todos eles a unica coisa que muda pra os dias de hoje é que no passado apenas negros eram escravizados e hoje qual quer pessoa de qualquer etnia que esteja passando por necessidades aceita fazer esses tipos de trabalho, e os grandes fazendeiros e empresarios que nao sao bobos iludem esses trabalhadores com falsas propostas e como eles nao tem conhecimento suficiente acabam aceitando as condiçoes impostas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 6:07 pm  Hellen

Sinceramente, a situação tende a piorar, estamos vivendo em um mundo em que se é explorado para sua sobrevivência( em alguns casos ). Sobre a reportagem devemos notar que o dono da fazenda é um JUIZ , ou seja onde está a sua ética , onde está a justiça social? Em minha opinião esse modo de trabalho pode ser uma armadilha planejada pelos que exploram, eles aproveitam da pobreza e da falta de emprego na região, as pessoas sem conhecimento e "alienadas " preferem ser exploradas do que passar fome... e o descaso da justiça nem devemos comentar, a justiça comum não interessa a federal muito menos, e a do trabalhador, pior ainda... e assim está a situação de hoje !

(...) Terra não é apenas o pedaço de chão da sobrevivência, ela é símbolo da busca da Justiça e do Direito, ela é essencialmente o lugar da gratuidade na igualdade de todos os comensais dos seus frutos, como numa grande mesa da abundância. Terra é participação política no caminho da verdadeira democracia e na busca inarredável das mudanças que trazem realmente a libertação do povo, a começar dos mais pobres. Terra é cidadania, é dignidade.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 6:22 pm  Vinicius Camargos

O trabalho escravo, geralmente acontece, devido a falta de condições do trabalhador e também a dificuldade de acesso à informação.
Nos dias atuais é até estranho falar em escravidão né ?! mais é isso que está acontecendo e cada vez mais pessoas trabalham nessas condições precarias e insalubres. Isso é totalmente fora do padrão de vida humano. Uma pessoa não pode trabalhar sem receber salário e muito menos segurança em sua atividade. Neutral

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 6:32 pm  clara veiga

O Brasil é uma sociedade totalmente igualitaria , a sociedade sabe do que acontece hoje , mas grande parte da população não faz nada de útil para que mude essa situação social . Foi decretado na lei aurea , ABOLIÇAO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL , mais então , porque será que isso não muda? a escravidão ainda existe no Brasil , e o país sabe calado , pois realmente esta provado , que hoje o trabalho infantil esplorado e trabalho escravo ainda existe .
" No Brasil, existem 5,1 milhões de crianças e adolescentes, na faixa dos 5 aos 17 anos, que estão trabalhando.
Algumas crianças e adolescentes ficam gravemente feridas em decorrência de acidentes de trabalho. Outras, pela natureza perigosa das tarefas que executam, sofrem graves conseqüências físicas. Muitas morrem antes de alcançar a idade adulta ou sofrem tantos danos físicos, quanto mentais, que não terão condições de trabalhar quando se tornarem adultas. "

E assim , caminha a sociedade , com pessoas sem direito a futuro algum , educação precaria no maximo . E todos sabemos , há alguma decadas o proletariado , reivindicou seu direitos , seguidos de guerras , e consequentemente muitas mortes , será que hoje na sociedade onde estamos , em pleno seculo 21 , é necessario uma guerra e muitas mortes , para a sociedade injustiçada , exigir um direito , que é lei em todo país . ?!

é como diz a música do cazuza -Brasil

" (...) Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito é uma navalha
Brasil
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio? ( ... )"

é chato perceber que vivemos numa sociedade , onde os pobres não têm direito algum , numa grande patria desimportante , onde só o lucro importa , nada mais . .!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:34 pm  Luis Cadavid

Mas Clara me diga se alguma lei no Brasil vale???No Brasil só os chefões,aqueles que possuem verbas é que tem privilégios.Os outros nao tão nem ai pra eles!!
A lei brasileira só fica no papel msm..é osso a gente que é brasileiro dizer isso,mas infelizmente vivemos no país da impunidade,onde muitos fazem o que querem,e não tomam conhecimento nenhum se estão ou não quebrando as leis!!
Isso é um absurdo!!Principalmente no mundo que vivemos hoje!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:43 pm  Rafael do Carmo

Salário mínimo é uma forma de escravidão, pois não sustenta a pessoa, muito menos a família. Nada de férias, nada de lazer, de ir a um restaurante, cinema, etc. Isso tudo é uma forma de escravidão. Manter mulheres contra sua vontade em boates e bordéis é também escravidão, levar meninas e meninos para se prostituirem é escravidão. Trabalhos forçados, seja onde for, é escravidão. Diante dessa definiçâo fico indignado como pode haver atos semelhantes a esse,principalmente tratando da atualidade.Penso em que se pode fazer para reverte essa situação.Punindo esses agressores ou alerta e "abrir os olhos" das pessoas exploradas Question

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:43 pm  Gabriel_viegas

Infelismente vivemos em uma sociedade em que o modo de produção é o capitalismo e assim as poucas pessoas q detem os bons frutos desse modo vão estar sempre querendo aumentar o acumulo de capital ´´pretendendo aumentar a sua qualidade de vida``....mas como acumular capital ?explorando outros homems? através de intensas explorações e n pagando o salario justo havera acumulo de capital para os poucos! e como sabemos nossa sociedade é mto grande e existem pessoas que tomam atitudes covardes como Alexandre Nardoni e Arrow julgado essa semana.Essas duas pessoas citadas tomaram atitudes barbaras contra a raça humana e as pessoas que promovem a escravidão nos dias atuais podem ser comparadas a essas duas pessoas......em fim creio q o modo de produção em que vivemos tem uma grande parcela de responsabiliadade nos fatos q foram denunciados na revista eletronica fantastico...para mim escravidão e toda forma de explorar o homem ao excesso, o fazendo estar em situações precarias e sem o considerar como ser humano...a escravidão das colonias se diferem talvez nos castigos físicos q eram promovidos aos escravos mas no tempo atual o castigo praticado é o castigo psicologico q abaixa em quantida expressiva a qualidade de vida das pessoas!
abraços!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:50 pm  Gabriel_viegas

é obvio q os ricos mtas vezes n recebem o que merecem! e é realmente absurdo! mas penso q há mtas pesssoas ricas q se cairem nas mãos de um juiz justo ele vai ter oq merecem! Meu irmão trabalha diretamente com a lei, e ele sempre comenta q se nos soubessemos de nossos direitos com certeza poderiamos revindicar mtas coisas ao nossso favor! fora q se nenhuma lei funcionasse as cadeia do Brasil n taria cheia de bandidos( claro q a maioria das pessoas são pessoas presas são de classe pobre)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:51 pm  Breno Luiz

É galera... Infelizmente ainda existe no nosso país cenas grotescas como essas... Parece que a exploração do homem pelo homem não vai acabar tão cedo.
A escravidão vem desde os primórdios da Idade Antiga até hoje. Naquela época os escravos eram prisioneiros de guerra, e a escravidão era aceita e essencial para economia.
Mas isso acontece por que não temos uma sociedade igualitária. Pessoas de classes mais baixas aceitam serem exploradas por se acharem inferiores, mas ninguém e inferior e nem superior a ninguém. As pessoas devem reivindicar seus direitos, por isso sou a favor do anarquismo. A sociedade seria melhor se não houvesse hierarquia, o Estado. Uma sociedade livre, sem coerção mas não sem ordem, assim não haveria mais exploração, todos seriamos iguais independentemente de nossa classe social, se somos ricos ou pobres.
"a abolição da exploração e da opressão do homem pelo homem, que é a abolição da propriedade privada e do governo".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 7:52 pm  Gabriel_viegas

Gabriel_viegas escreveu:Infelismente vivemos em uma sociedade em que o modo de produção é o capitalismo e assim as poucas pessoas q detem os bons frutos desse modo vão estar sempre querendo aumentar o acumulo de capital ´´pretendendo aumentar a sua qualidade de vida``....mas como acumular capital ?explorando outros homems? através de intensas explorações e n pagando o salario justo havera acumulo de capital para os poucos! e como sabemos nossa sociedade é mto grande e existem pessoas que tomam atitudes covardes como Alexandre Nardoni e o gringo q estrupou a filha durante anos, julgado essa semana.Essas duas pessoas citadas tomaram atitudes barbaras contra a raça humana e as pessoas que promovem a escravidão nos dias atuais podem ser comparadas a essas duas pessoas......em fim creio q o modo de produção em que vivemos tem uma grande parcela de responsabiliadade nos fatos q foram denunciados na revista eletronica fantastico...para mim escravidão e toda forma de explorar o homem ao excesso, o fazendo estar em situações precarias e sem o considerar como ser humano...a escravidão das colonias se diferem talvez nos castigos físicos q eram promovidos aos escravos mas no tempo atual o castigo praticado é o castigo psicologico q abaixa em quantida expressiva a qualidade de vida das pessoas!
abraços!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 2009-03-19, 8:18 pm  Isabella Estefania

Realmente é de se envergonhar ainda termos em nosso país brasileiros trabalhando como escravos. Pessoas que amanhecem trabalhando, praticamente sem banheiro e a água que bebem é a mesma que lavam o corpo. Principalmente no Nordeste, há muita pobreza, falta trabalho decente. Pessoas que estão desempregadas se rendem às promessas feitas pelos chamados "gatos", que pagam as contas atrasada dos peões, fazem promessas mirabolantes e levam o pessoal, já endividado, para a empreitada. O "gato" é a figura central do trabalho escravo, atrás dele esconde-se o dono da fazenda. Quando eles conseguem "alienar" os trabalhadores, aí não tem mais volta. Quando os trabalhadores chegam no local de destino eles vêem que a realidade é bem diferente de tudo que foi prometido. Aí sim caem na real e vêem que tudo isso não passou de uma grande ilusão. Percebendo a gravidade do que está para acontecer, tentam se livrar dessa prisão. Aí já é tarde demais! Ele descobrem que têm uma dívida enorme que nem conhece, que na verdade estão pagando para trabalhar. "Descobrem que o trabalho escravo é promessa enganosa, é trabalho forçado, em péssimas condições, sem receber... é uma dívida crescente, são ameaças, o impedimento de sair."
Como Clara falou, não é apenas triste, mas revoltante, ver o que fazem com pessoas inocentes que querem apenas um trabalho digno para cuidar da família e, muitas das vezes, acabam entrando num 'beco sem saída'.
Na raportagem do fantástico o que mais me chocou foi o depoimento de um trabalhador que revela que para o consumo de água, eles têm que competir com os animais. Um absurdo! Não só isso como o que tem acontecido com os eles nesses lugares em que nem um animal merece viver. Passam frio e fome, e já amanhecem trabalhando.

"Sinceramente, a situação tende a piorar, estamos vivendo em um mundo em que se é explorado para sua sobrevivência." Shocked

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum